Vida de cão
Notícias diárias sobre violência no Brasil




Procurando algo?






Home

Sábado, Julho 31, 2010



Criança grávida que morava com homem de 28 anos já está na casa dos pais - DouradosAgora - MS

Namorado da garota de 12 anos foi preso, em São José do Xingu, acusado de estupro de vulnerável.
A menina de 12 anos que morava com o homem acusado de estupro em São José do Xingu (distante 931 quilômetros da capital mato-grossense) já está na casa dos pais, em Santa Cruz do Xingu (944 quilômetros de Cuiabá).
De acordo com as informações da polícia, depois da prisão de R.M.A. (28) pela acusação de estupro de vulnerável e posse de entorpecentes, o Concelho Tutelar municipal levou a garota, que está grávida de dois meses, para fazer exames médicos em Confresa (1.160 quilômetros da capital) e depois encaminharam a criança para a casa dos pais.
R.M.A. foi preso na segunda-feira em flagrante, na casa dele. Encaminhado a delegacia, o suspeito teria confessado aos policiais que mantinha relações sexuais com a adolescente.
Ainda de acordo com as informações da polícia, o suspeito teria confessado que ele e a menina se conheceram em Santa Cruz do Xingu e haviam fugido da cidade há cerca de 6 meses para morarem juntos.
O acusado, que já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas, foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável e posse de entorpecente e encaminhado para a Cadeia Pública de Vila Rica (1.276 quilômetros de Cuiabá).
Somente pelo crime de estupro de vulnerável, o preso pode ser condenado a uma pena que varia entre 08 e 15 anos de prisão, de acordo com a última alteração do Código Penal.
O crime de "estupro de vulnerável" é caracterizado pela prática de qualquer ato libidinoso com pessoa de idade igual ou menor a 14 anos, ou com pessoa de qualquer idade que não tem o necessário discernimento, ou não pode oferecer resistência ao ato.(Expresso MT)

Comments:



Mulher é deixada nua em assalto - A Tribuna - Rio Branco - Acre

Evaldo de tal, presidiário em liberdade condicional, poderá ser preso nas próximas horas e mandado de volta para a Unidade de Recuperação Social Dr. Francisco d’Oliveira Conde. Ele é acusado de assaltar uma mulher, da qual roubou inclusive o uniforme de trabalho.
A auxiliar de serviços gerais Maria Cleilda Pontes de Freitas, 27, se dirigia na manhã de ontem para seu local de trabalho e por volta de 6h20 caminhava nas proximidades de uma Igreja Evangélica da Rua Estácio de Sá, no bairro da Bahia, quando foi atacada por dois homens.
Ela reconheceu Evaldo como o homem que portava um revólver e exigiu que ela lhe entregasse todos seus pertences. Além de 17 reais e dois telefones celulares, os assaltantes roubaram o uniforme de trabalho da vítima.


Comments:

Sexta-feira, Julho 16, 2010



Bom, vou deixar claro aqui que e revista Veja, não entra nesta avaliação, ela diz o que defende, veja a manchete de capa dessa semana, ..." O monstro do radicalismo"...“a fera petista que Lula domou agora desafia a candidata Dilma.”

Comments:



Será que eu estou lendo as notícias de política de forma parcial, ou as notícias das eleições são todas simpáticas com um candidato?

Vou começar a fazer um ranking das matérias vinculadas dos principais candidatos, e vamos ver que lado pesa a nossa imprensa.

Um bom dia a todos e um bom fim de semana.


Comments:

Terça-feira, Julho 13, 2010



Irmãs disputam marido da vizinha a pauladas - A Tribuna, Rio Branco, Acre

Por causa do marido da vizinha, as irmãs Márcia e Manuela Pereira de OIiveira (18 e 21 anos), moradoras do bairro Mocinha Magalhães, travaram uma luta na manhã de ontem. Márcia foi agredida a pauladas e acabou sendo medicada na Unidade de Pronto Atendimento do conjunto Tucumã.
Segundo a polícia, desde a noite de quarta-feira as irmãs bebiam em companhia do mototaxista viração Osmédio Carlos de Andrade, 31, que seria marido de uma vizinha de ambas e com quem Márcia teria um caso.
Por volta de 10h de ontem, ambas estavam embriagadas quando começaram a discutir já que queriam sair para um motel em companhia do mototaxista. Diante do impasse, elas iniciaram uma briga que terminou com Manuela ferida na cabeça.

Comments:



Estudante é assassinado a golpes de faca e pau - A Gazeta, Acre Rio Branco

Uma discussão banal durante uma bebedeira foi a motivação para um crime bárbaro ocorrido na madrugada de domingo, 11, no município de Cruzeiro do Sul, Vale do Juruá.
A vítima, o estudante Jonathan Nascimento Braga, 19 anos, foi atingido com vários golpes de faca e um golpe de pau, que ocasionou afundamento de crânio.
Segundo informações da polícia, na madrugada de domingo a vítima e os amigos consumiam bebida alcoólica na divisa dos bairros Cobal e Várzea, quando teve início uma discussão entre os amigos.
Entre os envolvidos na discussão estaria um adolescente de 17 anos, que estava armado com uma faca, Rafael Oliveira da Silva, 19 anos, armado com um facão, e José Eliton da Silva, 20 anos, armado com um pedaço de pau.
Durante a tentativa de fuga, Jonathan foi atingido com duas perfurações nas costas e uma paulada na cabeça, que teria provocado afundamento de crânio e ainda uma perfuração na nuca.
A polícia daquela cidade conseguiu prender os três acusados que na delegacia confessaram o crime.

Comments:



Caros leitores

Olha esta difícil!
Não é fácil concorrer diretamente com a grande impressa, os jornais rádios e agora a televisão, e de quebra as revista semanais.
Mas não vou fechar as portas, vou lutar bravamente para procurar notícias desse Brasil cruel, vou até mudar um pouco de foco e entrar de observador na eleição, e procurar o lado cruel que o Brasil ainda sofre mesmo com a democracia na política.

Vamos começar com a Ficha limpa, que esta ai para barrar os fichas sujas, e olha que o poder supremo da nossa Justiça esta fazendo de tudo para o Ficha limpa virar letra morta.
E ai vai uma homenagem ao grande mestre da nossa política...



E vamos lembrar como é justa a nossa polícia...


Comments:

Segunda-feira, Julho 05, 2010



Adolescente é estuprada no campus da UFPE - Folha de Pernambuco

Uma adolescente de 15 anos disse ter sido estuprada por volta das 23h da última quarta-feira, no campo de futebol da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária. Os guardas da UFPE conseguiram apreender três adolescentes, que estavam na companhia de um adulto, também detido e levado para a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), na Boa Vista. De acordo com a vítima, dos suspeitos levados a GPCA enquanto dois deles a estupravam, os outros ficavam vigiando a possível chegada de alguém. Nenhum dos envolvidos estuda na instituição de ensino superior.
A garota violentada estava acompanhada do namorado e da irmã. O rapaz disse aos parentes não ter feito nada porque foi imobilizado pelo quarteto que chegou de surpresa. “Ele me contou que estava com a namorada e não pôde reagir devido a quantidade de pessoas envolvidas. Fiquei sabendo que eles estavam namorando, quando as quatro pessoas chegaram de surpresa, impossibilitando a fuga. O garoto viu a namorada sendo estuprada”, contou um dos familiares.
Ao chegar na GPCA, a adolescente contou que havia sido estuprada por dois garotos, sendo que um conseguiu fugir. “Dois fizeram isso comigo e os outros ficaram olhando para ver se chegava alguém. Eles seguraram as minhas mãos e me violentaram pela frente e por trás. Mandaram eu ficar calada, pois senão me matariam ali mesmo. Foi terrível. Ainda bem que o guarda chegou e conseguiu acabar com meu sofrimento. Meu namorado não podia fazer nada, pois foi rendido pelos quatro rapazes”, relatou a vítima.


Outro caso
Segundo o irmão da garota, essa é a segunda vez que a adolescente é vítima de estupro, isso em menos de dois meses. “Há pouco mais de um mês, descobrimos que um casal estava violentando minha irmã. A mulher e o marido dela, que é militar, ficaram agradando a menina para que ela fosse tomar conta de seus filhos. Dias depois, ela começou a frequentar a casa da família e a dona da residência mostrou uma arma para ela e disse que daria ordens que não poderiam ser desobedecidas”, disse.
Depois do recado, a violência começou. “Foi aí que ela mandou minha irmã se deitar com o marido dela. Esse inquérito ainda não foi concluído na Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), de acordo com a família. “Não sabemos como está esse problema e agora surgiu outro”, disse.

Comments:



Cobradora de ônibus é covardemente assassinada - Folha de Pernambuco

Problemas de relacionamento e uma vida tirada. A cobradora de ônibus da empresa Vera Cruz Maria Francisca de Andrade, de 47 anos, retornava de mais um dia árduo de trabalho, por volta da 0h30 do último sábado, quando foi abordada pelo ex-companheiro Luiz Antônio da Silva, 62, e atingida por dois golpes fatais de faca do tipo “peixeira”. Ela, que viveu com o seu assassino durante sete anos, seguia para a casa da filha, localizada no bloco 16, na rua Arraial do Bom Jesus, no Conjunto Residencial Marcos Freire, em Jaboatão, onde estava morando desde que se separou de Luiz, há cerca de duas semanas. Não aceitando a separação, Luiz assassinou Maria Francisca e tentou suicídio, já em casa, tendo sido socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado, em seguida para o Hospital Getúlio Vargas (HGV), onde passou por cirurgia. Seu estado de saúde é considerado estável.
Tanto na família, quanto na comunidade, o sentimento era de revolta. A filha da vítima fatal contou que Luiz possuía comportamento arrogante e não era benquisto pelos parentes dela e que, há duas semanas, ele havia discutido e agredido a filha mais velha de Maria Francisca, de outro casamento. A enteada chegou a registrar queixa contra ele. Após o ocorrido, a cobradora decidiu sair de casa, no bloco 14 do mesmo residencial, indo morar com outra filha, a dona de casa Ana Suelen Maria de Andrade, de 22 anos. “Minha mãe se queixava de que ele era ignorante e arrogante, mas a gente nunca esperava que ele fosse fazer isso. Eu já tive problemas com ele, mas ainda nem acredito que isto tenha acontecido”, contou a jovem, que passará a cuidar da irmã mais nova, de 5 anos, única filha do casal Maria Francisca e Luiz Antônio.
De acordo com o delegado de plantão da Força Tarefa Sul, do DHPP, Flávio Pessoa, que iniciou as investigações, após ter cometido o crime, o acusado teria ido para casa, onde tentou suicídio, se cortando no pescoço, abdômen e braço. Provavelmente, o instrumento utilizado para tal ato seria o mesmo usado para matar a cobradora, já que no local do crime não foi encontrada a faca. “Ele estava esperando a mulher voltar do trabalho, como fazia de costume, já que ela chegava tarde. Mesmo separados, ele frequentava a casa onde Maria Francisca estava morando, para visitar a filha, que era bastante apegada a ele. Uma amiga que estava com a mulher disse que ao encontrarem com ele, Maria Francisca seguiu com o homem, enquanto a amiga foi embora. Depois, a amiga escutou gritos, mas achou que era briga de casal e foi embora. Em seguida, ele foi para casa e tentou suicídio”, explicou o delegado.
No momento em que estava sendo socorrido pelo Corpo de Bombeiros, os ânimos da população se exaltaram. Segundo informações dos moradores, a mulher era uma pessoa calma e querida por todos no local. Moradores tentaram linchar o homem, que foi encaminhado para o HGV, onde está sob custódia. Segundo a perita criminal, Dulcy Azevedo, a cobradora levou duas facadas, uma no tórax e outra no abdômen. “Encontramos uma faca na casa cheia de sangue e constatamos que pelo tamanho dos ferimentos no corpo da mulher, esta teria sido a faca usada no crime”, explicou. O DHPP está aguardando a liberação médica de Luiz Antônio para que ele preste depoimento e seja lavrado o flagrante.


Comments:

Domingo, Julho 04, 2010



Dez mulheres são assassinadas por dia no País - Diário do Grande ABC

Em dez anos, dez mulheres foram assassinadas por dia no Brasil. Entre 1997 e 2007, 41.532 mulheres morreram vítimas de homicídio - índice de 4,2 assassinadas por 100 mil habitantes. Elas morrem em número e proporção bem mais baixos do que os homens (92% das vítimas), mas o nível de assassinato feminino no Brasil fica acima do padrão internacional.
O índice se mantém em patamares quase constantes nos últimos anos, apesar de registrar ligeira queda - era 4.022 em 2006 e baixou para 3.772 em 2007.
Os resultados são um apêndice, ainda inédito, do estudo Mapa da Violência no Brasil 2010, do Instituto Zangari, com base no banco de dados do Sistema Único de Saúde (Datasus)


Comments:

Home

Google


Search WWW Search www.brasilcruel.blogger.com.br