Vida de cão
Noticias diárias sobre violência no Brasil




Procurando algo?


contato



Quarta-feira, Dezembro 24, 2003



Mulher esfaqueada por moeda de R$1 - A Tarde, BH


JUIZ DE FORA - Mesmo antes de sair oficialmente de circulação, a moeda de R$1 causou confusão no comércio de Juiz de Fora. Uma professora foi esfaqueada depois que seu filho tentou comprar um litro de leite com a moeda antiga. O comerciante recusou a moeda e feriu a professora e uma aposentada que tentou defendê-la. Na cidade, desde ontem, poucos estabelecimentos comerciais estão recebendo a moeda antiga. As moedas prateadas de R$1, que deveriam ter saído oficialmente de circulação ontem, continuam sendo usadas, ainda que em menor escala. Segundo o Banco Central, cerca de 174 milhões seguem no mercado.



Dona de comércio é obrigada dar apurado pela segunda vez - Folha de Boa Vista, Roraima

Pela segunda vez a dona do Mercantil Canela, localizado na rua C-36, no bairro Silvio Leite, foi vítima da audácia do mesmo bandido. O primeiro assalto ocorreu há dois meses e da mesma forma o ladrão agiu desta vez. Segundo ocorrência registrada no 4º Distrito Policial pela comerciante Josiene Alves Luz, 27, era por volta das 19h, quando ela e sua filha de seis anos, foram surpreendidas pelo assaltante que estava armado com um revólver calibre 38. Como da primeira vez - ele que é moreno, baixo e aparenta 26 anos ¿ entrou no comércio e exigiu o dinheiro. Josiene contou que o bandido se aproximou e arrancou de seu pescoço um cordão folheado a ouro, pegou uma lata com moedas no valor de R$ 5,00 e R$ 20,00 em cédulas. Assim que o ladrão fugiu do comércio, a vítima saiu correndo e gritando por socorro. Em seguida ela acionou a polícia mas mesmo com as buscas feitas na localidade o meliante não foi localizado. Josiene acredita que o bandido seja muito audacioso pois na primeira vez, ele que anda em bicicleta masculina verde, praticou o assalto à luz do dia, e de cara limpa. ¿A única coisa que ele usa é um boné. Talvez por eu estar só no comércio ele se aproveitou¿, disse.



Caseiro é assassinado a tiros - A Tarde, Salvador


O caseiro de prenome Roberto, conhecido como Gago, foi encontrado morto ontem pela manhã, num matagal, no fundo da casa em que trabalha, no Conjunto Derba, em Campinas de Pirajá. Até o início da tarde de ontem, a polícia ainda não tinha confirmado se o ocorrido foi por causa de um assalto. O corpo ficou estendido no meio do matagal durante toda a manhã e só foi retirado por volta do meio-dia. Um senhor, que reside numa das casas vizinhas que Roberto tomava conta, disse ter visto três homens saindo de dentro do local, carregando caixas nas mãos. Algumas pessoas ouviram os estampidos por volta das 22h30 de segunda-feira. Um rapaz, colega da vítima, que não quis se identificar, contou que Gago trabalhava na casa há mais de um ano, tinha cerca de 30 anos e que era natural do interior de Sergipe. ¿Só pode ter sido assalto¿, opinou, dizendo que o amigo não se envolvia em crimes e que a família dele não mora em Salvador. A casa em que a vítima trabalhava, conforme contou, um tempo atrás, já foi arrombada e assaltada. ¿Não é a primeira vez¿, destacou. O casarão está localizado ao lado de uma sede da empresa de engenharia Sertenge. Ninguém, nem mesmo agentes da 4ª Delegacia, que acompanham o caso, soube informar a identidade do proprietário da residência. Alguns moradores disseram que é um juiz aposentado, de 70 anos, que estaria viajando. ¿A gente chama ele de doutor¿, disse um dos populares que acompanhou, curioso, a perícia feita no corpo da vítima.



Ciclistas roubam caminhão em Itajaí - A Notícia, Joinville, SC

Itajaí - Dois ciclistas armados assaltaram o motorista e o ajudante do caminhão Volks MCV-2157 (Itajaí) para roubar cerca de R$ 1 mil. O crime foi na tarde de ontem, em Itajaí, no Litoral Norte. Os assaltantes fizeram disparos na cabine, mas ninguém ficou ferido.
O motorista Moacir Furtado, 43 anos, e o ajudante Marcos Antônio Malaquias, 32, foram rendidos pela dupla no bairro Cordeiros. Eles transportavam cerveja e haviam acabado de fazer entrega em um estabelecimento comercial quando foram atacados pela dupla. Embora as vítimas não tenham esboçado qualquer tipo de reação, um dos criminosos puxou o gatilho do revólver e atirou dentro da cabine do veículo. Em seguida Furtado e Malaquias foram retirados do caminhão enquanto os ladrões revistavam o interior do veículo. A Polícia Militar fez buscas mas não localizou os assaltantes que fugiram de bicicleta.



Homem é morto a pauladas no bairro Belo Jardim - A Gazeta, Acre

Vilmar Vidal de Lima, 40, foi assassinado a golpes de pau e desovado no ramal da Zezé, no bairro Balo Jardim II. O corpo foi encontrado na manhã de ontem, por populares e levado ao Instituto Médico Legal. O autor do crime seria o primo da vítima, conhecido por Beto que está foragido. A polícia ainda desconhece o motivo do homicídio. Sabe-se apenas que os dois estavam bebendo juntos na noite de domingo. A família da vítima esteve na 2ª Unidade de Segurança Pública - USP, onde prestou queixa a respeito do homicídio, mas não quis falar com a imprensa. A polícia descobriu que Beto já se envolveu num duplo homicídio no município de Brasiléia e foi solto porque alegou sofrer de distúrbios mentais.


Quinta-feira, Dezembro 18, 2003



Ganhador do Prêmio Esso

O Paraense



...agora o problema é a fila para filar uma rango feito no fogão....

Homem é inocentado após 5 meses preso - Vale Paraibano, SJCampos

Cinco meses após ter sido preso sob acusação de tráfico de drogas, o ajudante André Luis Gonçalves, 26 anos, foi inocentado pela Justiça de Jacareí. Ele havia sido detido em sua casa com 13 kg de cocaína e 8 kg de monitol (produto químico usado para mistura da droga) em 26 de junho no bairro Igarapés.
Gonçalves, que disse desconhecer que o produto era cocaína, alegou ter encontrado o material em uma chácara abandonada --no mesmo local onde foi 'estourada' uma refinaria da droga em 2001, às margens da rodovia Dom Pedro 1º.
Além dos 13 kg, ele disse ter usado uma porção para construir um fogão à lenha em sua casa.
"Pensei que era cal. Mostrei para minha sogra e outras pessoas do bairro, mas ninguém disse o que era. Agora só quero limpar minha imagem", afirmou ele, liberado do CDP (Centro de Detenção Provisória) do Putim em São José no último dia 4 --um dia após sentença.
Na decisão, o juiz da 1ª Vara Criminal de Jacareí, Marcos Alexandre Bronzatto Pagan, informou que, diante das provas, o réu "embora desconfiasse de que se tratava de cocaína, acreditava que pudesse ser cal".
"Acaso se entenda, pelas circunstâncias, que o réu tinha pleno conhecimento de que era cocaína, tem-se dúvida ainda quanto ao elemento subjetivo já que não tinha estrutura para comercializar tanta droga", afirmou o juiz na sentença.
Dias depois de sair da prisão, Gonçalves comemorou com uma feijoada feita no fogão à lenha --o mesmo que teria sido construído com parte da cocaína.
A prisão de Gonçalves motivou um abaixo-assinado entre moradores do Igarapés, que pediram pela inocência do acusado. O documento colheu 140 assinaturas.
"Não tenho intenção de processar o Estado. Realmente a droga estava em casa. Só que nunca trafiquei, nem sabia o que era."
Ele foi detido após ter sido indicado por Luis Roberto dos Remédios Pereira, 23 anos, como suposto fornecedor da droga. Pereira, que foi preso com 32 papelotes, foi condenado a 3 anos e seis meses de prisão por tráfico de drogas.
O advogado de Pereira, Kaori Francisco do Carmo, e o promotor da 1ª Vara Criminal de Jacareí, Nélson Rosado, não foram localizados na tarde de ontem para comentar o assunto.

Terça-feira, Dezembro 16, 2003



...um rasta e dois hippies...

Rasta é executado dentro de lanchonete - Tribuna da Bahia

A lanchonete ¿Experimenta Açai¿, famosa pela comercialização da fruta no bairro de Itapuã, foi cenário, anteontem, as 21h30, de um homicídio. Jorge Silva, o dono da lanchonete, matou o rasta Givanildo Silva Araújo, 27 anos, depois de ter tido uma discussão com ele por causa da conta. O rasta estava consumindo no bar em companhia de dois hippies que fugiram e se recusaram a pagar a conta na lanchonete. O hippie Carlos Jesus, 24 anos, que entrou na lanchonete em companhia do rasta também foi baleado no braço esquerdo e foi levado ao Hospital Geral do Estado (HGE). Givanildo foi atingido na cabeça e no peito pelo empresário que fugiu do local em um veículo tipo kombi, cor vermelha. Segundo informações, Jorge Silva estava respondendo processo por ter participado de outro homicídio.
Segundo informações dos taxistas que presenciaram o crime, Givanildo, o rasta, Carlos, o hippie, e um outro hippie entraram na lanchonete juntos. Os hippies e o rasta começaram a consumir na lanchonete por volta de 8h30. Às 9h30, o Carlos e o rapaz de identidade ignorada, saíram da Experimenta Açai, dizendo que não iam pagar a parte da conta que os coube. O rasta continuou na lanchonete, enquanto os hippies sairam correndo do local. Quando Jorge Silva percebeu que os dois rapazes haviam fugido, ele correu até a frente do estabelecimento e começou a atirar contra os dois homens. Carlos Jesus, 24 anos, enquanto fugia chegou a ser atingido no braço e foi levado ao HGE. O empresário, segundo o taxista que viu a execução, retornou a lanchonete e começou a ameaçar o rasta com a arma. ¿O rapaz estava sentado, em nenhum momento agrediu Jorge, nem sequer levantou a voz para ele. O rasta só dizia que não tinha condições de pagar a conta toda¿, explicou um dos taxistas que não quis se identificar por medo de represálias.
O empresário poucos minutos depois de começar a conversar com o Givanildo, o jogou no chão e o executou com tiros na cabeça e nas costas. Segundo policiais do Serviço de Investigação (SI), Jorge Silva, já participou de outro homicídio que está respondendo em liberdade. ¿Todas as vezes que Jorge se envolve em uma briga na lanchonete ele foge para a casa de seu pai em Nazaré das Farinhas. Nós vamos tentar encontrá-lo lá¿, explicou um dos policiais da 12a Delegacia de Itapuã. Os policiais do Serviço de Investigação (SI) estiveram no local do homicídio poucos minutos depois da fuga do acusado. ¿Nós não conseguimos o encontrar na lanchonete mas vamos tentar encontrá-lo na casa de seu pai¿, disse o chefe do SI. As investigações foram iniciadas, ontem, e os policiais prevêem que em breve devem encontrar o responsável pela execução no ¿Experimenta Açai¿.

Domingo, Dezembro 14, 2003



Menina é estuprada e assassinada no interior - Correio do Estado, MS


Um crime bárbaro, na madrugada de ontem, chocou a população do município de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande. A menina Mayara Brito Neves, 3 anos, foi estuprada, morta por asfixia e teve o corpo jogado no Córrego Guanandy, proximidades da Vila 40. A vítima havia desaparecido por volta das 18h de terça-feira. Durante toda a noite, a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e populares realizaram buscas na região. Perto das 9h de ontem, o corpo foi encontrado completamente nu, a aproximadamente 500 metros da casa da vítima. A polícia acredita que o maníaco, ainda não identificado, teria utilizado doces para atrair a garota. A delegada do 1º DP de Aquidauana, Jaíza dos Santos Teixeira, abriu inquérito para investigar o caso. Apesar de ainda não ter identificado o autor, ela disse que vários suspeitos foram levantados pela equipe de investigação. A delegada ainda apura se a vítima teria sido executada no local do crime ou se o corpo foi desovado na beira do córrego.



Rapaz morto por causa de 2 cervejas - O Popular, Goiânia

O tapeceiro Edson Alves de Jesus, de 26 anos, foi assassinado a tiro por volta das 6h30 de ontem em um Bar do Jamiro, na Rua da Divisa, no Parque Tremendão. De acordo com vizinhos, o motivo da morte teria sido a conta. O acusado do homicídio, Valdir Martins Ferreira, 39, dono do estabelecimento, se desentendeu com a vítima porque a quantia que ela trazia no bolso era insuficiente para pagar a despesa. Edson Alves de Jesus teria morrido por causa de uma quantia equivalente ao preço de duas cervejas. Ferreira está foragido. De acordo com a irmã de Jesus, a costureira Edna Alves dos Santos, 33, o rapaz saiu de casa com 200 reais. Retornou por volta da meia-noite, mas, vendo o movimento no bar, a poucos metros de onde morava, decidiu sair novamente. Às 6h30, a família foi avisada de que ele havia levado um tiro. O socorro foi rápido, mas não o suficiente para salvá-lo. Jesus chegou ao Centro de Assistência Integral à Saúde (Cais) Finsocial praticamente morto. Os médicos tentaram reanimá-lo com massagens no coração, mas o tiro que atingiu o tórax, sob o braço esquerdo, foi certeiro. Dez minutos depois de chegar à unidade, Jesus foi declarado morto. Edna diz que o irmão era um rapaz tranqüilo e trabalhador. Seu problema era o vício da bebida.




Homem encapuzado invade casa em Dourados e estupra mulher - Douradosagora, MT

Uma douradense de 44 anos, moradora no Jardim Novo Horizonte, foi estuprada na madrugada de hoje na própria residência. A vítima, que registrou queixa no 1º Distrito Policial, conta que um homem - que ela náo identificou já que ele usava capuz - invadiu a residência, a estuprou e ameaçou de morte.



Homem é morto após roubar R$ 2 em ônibus - O Tempo, BH

O medo toma conta dos motoristas e trocadores, que trabalham sob ameaça dos constantes assaltos a ônibus. Na madrugada desse sábado, o que seria apenas mais um roubo desse tipo, na linha 5507, Jardim Guanabara, terminou com a morte do assaltante Sidney Saraiva. Enquanto ele fugia com o produto do crime, R$ 2 e quatro vales-transporte, foi surpreendido pelo soldado Celso Cassemiro Jr, que percebeu o assalto ao passar pelo local e atirou contra Sidney, que foi atingido no peito e morreu no local. Conforme a ocorrência da PM, Cassemiro alegou ter atirado em legítima defesa. De acordo com o delegado Wanderson, que estava de plantão no Departamento de Investigações (DI), o assaltante não estava armado e usou um boné sobre a blusa para similar um revólver. O soldado, que preferiu não falar com a imprensa, teve a arma apreendida e vai responder a processo. Segundo uma testemunha que estava no local do crime, mas não quis se identificar, o assaltante subiu no ônibus por volta de 4h50, na rua Professora Gabriela Varela, no Floramar, região Norte, anunciou o assalto ao motorista e abordou o trocador. "Logo que ele desceu, deu de cara com o soldado e eu só escutei o tiro." Cerca de oito pessoas estavam no ônibus no momento do crime. A PM informou que assaltante assassinado era suspeito de roubos a transeuntes e já havia cumprido pena no Ceresp. Este foi um dos 11 homicídios registrados na Grande Belo Horizonte entre as 20h de sexta-feira e as 20h desse sábado. No bairro Aarão Reis, região Norte de Belo Horizonte, um homem foi morto com cinco tiros no peito e na cabeça, às 14h20 do sábado. Segundo a PM, ele não tinha documento e não foi identificado pelos moradores, que preferiram não falar sobre o homicídio. Policiais afirmaram pelo menos mais quatro homicídios foram registrados no bairro desde novembro, todos relacionados ao tráfico de drogas.


Sábado, Dezembro 13, 2003



Jovem acusado de matar o pai e ocultar o cadáver é preso em Guarantã - Diário da Serra, Tangará da Serra, MT

A Polícia de Guarantã do Norte conseguiu prender Paulino Nunes do Amaral Júnior, 18 anos, acusado de vários furtos e também de estar envolvido em um assalto a mão armada, em um mercado, no município. Paulino foi abordado pela Polícia Militar e acabou se fazendo passar por menor, identificando-se como Ricardo Roberto Marques de Oliveira, 17 anos. Com isso, mesmo sem provar o envolvimento dele no assalto, a Polícia conseguiu detê-lo por falsidade ideológica. Paulino já esteve internado, acusado de assassinar o próprio pai, em fevereiro de 2002 e ocultar o cadáver em uma fossa séptica. Dias antes de ser preso, ele ainda teria disparado tiros contra a Polícia Militar de Guarantã do Norte.



Perito encontrado morto no interior de seu carro - Diário do Nordeste, Fortaleza


O perito da Polícia Civil Luciano Cartaxo Pontes, 38 anos, foi encontrado morto ontem, pela manhã, com um tiro no pescoço e outro na boca. O corpo estava dentro do carro da vítima, num matagal na localidade de Capuã, em Caucaia. Moradores da região chamaram a Polícia por volta das sete horas. O cadáver ficou sob o banco traseiro do Escort de placa JEQ-7563, inscrição de Fortaleza. Segundo a Polícia, a área onde o carro foi encontrado é um conhecido local de ¿desova¿ de carros roubados e ¿depenados¿, por causa do pouco movimento de pessoas e do matagal à beira da estrada. O diretor do Departamento Técnico-Científico da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Francisco José Ferreira Simão, examinou o corpo e o local do crime, junto com uma equipe de peritos. O carro onde o corpo foi encontrado também foi removido para ser submetido à análise, no Instituto de Criminalística (IC). E será feito exame residuográfico no corpo. Pelos exames preliminares, feitos no local , os peritos constataram que a bala atingiu o pescoço de Luciano, atravessou o banco traseiro do carro e se alojou na tampa do porta-malas. Mas ao ser realizada a necropsia, no Instituto Médico Legal, descobriu-se o segundo projétil, que entrou pela boca e ficou alojado na coluna cervical de Luciano Cartaxo.






Policiais matam acusado com 12 tiros - Jornal de Boa Vista, Roraima


O desocupado Edilson Dias Cavalcante, mais conhecido como Pezão, resistiu à prisão, fez cinco disparos contra policiais civis e foi morto com 12 tiros, na madrugada de ontem. Ele e mais outros dois comparsas estavam sendo perseguidos desde as 23h de terça-feira, após roubarem um carro na capital, matarem um policial civil e fugirem com uma refém. O caso de repercussão em toda a imprensa local só teve fim na madrugada de ontem, quando após informações do pedreiro Genildo Henrique do Nascimento, 25, vulgo ¿Abençoado¿ ou ¿Nego Cabeludo¿, velho conhecido da polícia amazonense (AM), onde já esteve preso, e seu irmão, o estudante Francke Suel da Silva Chagas, 18, que participaram do assalto. Eles deram à polícia a localização de Edilson. Após o assalto, Edilson foi para sua residência, na rua Antônio Carlos Uchoa, no bairro Jardim Floresta, onde contou para sua esposa, Aline Coelho do Nascimento, 18, detalhes de como tudo tinha acontecido e o porquê de terem roubado o veículo. Segundo o delegado Walmick Melo da Delegacia de Repressão a Furtos (DRF), tão logo a polícia efetuou a prisão de Abençoado e Francke, na cidade de Caracaraí, os dois confessaram o crime friamente e não queriam pegar a culpa, sozinhos. Então contaram onde Edilson estava foragido. Ainda conforme o delegado, a equipe foi até o local e assim que chegaram na residência, por volta das 3h30 da madrugada, pediram para falar com o assaltante. Ele, por sua vez, questionou quem era. Quando o delegado informou que era Abençoado quem o esperava fora da casa, ele saiu armado com um revólver. ¿Ao perceber que vários policiais caracterizados estavam a sua frente, Edílson, sem pensar, começou a efetuar os disparos contra minha equipe e ainda tentou fugir. Para que mais pessoas não fossem feridas, na tentativa de nos defender, os disparos contra ele também foram efetuados¿, disse Walmick. Na confusão, a esposa de Edílson, que estava na casa, foi protegida por policiais e não foi ferida. Em seguida, o Resgate Urbano a Acidentados (RUA) foi acionado, mas como o assaltante não resistiu e faleceu no local, seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde na manhã de ontem foi necropsiado e entregue à família para sepultamento.



Mãe espanca filho de 2 anos até à morte - Folha de Boa Vista, Roraima

A morte do garoto Mateus Ferreira de Sousa, de 2 anos, chocou os moradores do município de Caracaraí. O fato ocorreu por volta das 13h, de anteontem, na rua Adolfo Cotrim Neto, no bairro Nossa Senhora do Livramento. Apesar do laudo do Instituto Médico Legal (IML), para onde o corpo da criança foi trasladado, atestar que a vítima sofreu duas grandes fraturas no crânio, tendo como causa morte traumatismo craniano além de várias escoriações pelo corpo, o pai da criança, o pescador identificado apenas por Cleocir, que esteve no IML, contou que a criança caiu de uma cadeira vindo a morrer em seguida. Segundo informações da delegacia daquele município, a denúncia do espancamento chegou até à polícia pouco depois do ocorrido. Em seguida, uma viatura foi ao endereço indicado, mas a criança já havia sido encaminhada ao hospital da localidade já sem vida. Vizinhas da mãe da criança, a dona-de-casa Cristina Sousa da Silva, 20, contaram à polícia ter ouvido os gritos de Cristina, que tem quatro filhos e está gestante de 9 meses. Ela estava trancada na casa com os filhos. Como ninguém sabia o que estava se passando dentro da residência da família, as testemunhas tiveram que arrombar a porta da casa quando se depararam como o corpo da criança estirado no chão e a dona-de-casa com uma faca em punho tentando suicídio. Em seguida, mãe e filho foram para o hospital. M. faleceu e foi encaminhado à capital para necrópsia e liberado para sepultamento.



Traficantes matam três mulheres na Grande BH - O Estado de Minas

Doze pessoas foram assassinadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte, entre a noite de quinta-feira e o fim da tarde de ontem, incluindo quatro mulheres, três ligadas ao tráfico de drogas, de acordo com a polícia. Segundo a Divisão de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), as mulheres atuam mais como aviões (fazem a ligação do distribuidor com o usuário) e dificilmente se tornam chefes de tráfico, mas a participação delas está aumentando. Duas mulheres, aparentando entre 16 e 19 anos, foram mortas com vários tiros de armas de grosso calibre, no bairro Ribeiro de Abreu, na noite de quinta-feira. Registrados como desconhecidas números 966 e 967/2003, os corpos não haviam sido identficados no Instituto Médico Legal, em BH, até a tarde de ontem. Segundo testemunhas, elas trabalhavam como ¿aviões¿ para Alan Roberto Soares, o ¿Bill¿. A polícia informou que ele é traficante nos bairros São Gabriel e Jardim Vitória, foragido do Ceresp de BH. A ficha criminal dele é extensa, com diversas passagens pela DTE e Divisão de Crimes Contra a Vida. Há mandado de prisão preventiva contra ele. Os trabalhos dos peritos constataram que as duas foram atingidas por armas de grande impacto, principalmente tiros na cabeça. Os corpos estavam um em cima do outro, próximos a uma quadra de futebol. O crime ocorreu às 22h, e a polícia não encontrou testemunha. Moradores disseram que ouviram os tiros. Já a zeladora Marta Rita Alves de Araújo, de 40 anos, foi assassinada com três tiros nas costas e um na mão, na noite de quinta-feira, na Vila Cafezal, no Aglomerado da Serra, Centro-Sul de BH. A polícia não tem pistas do autor do crime. Ela não tem passagem pela polícia nem envolvimento em crimes e trabalhava em dois prédios, no bairro Cruzeiro. O caso será investigado pela Divisão de Crimes Contra a Vida. Em Ribeirão das Neves, na região metropolitana, Adriana Irene Pessoa, de 19, foi morta dentro de casa, no bairro Nova Pampulha. O parceiro dela, conhecido como ¿Cidinho¿, foi baleado na cabeça e levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS). Eles foram atingidos quando estavam no quarto, em cima da cama, onde havia grande quantidade de dinheiro e cigarros de maconha. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por desentendimento por drogas.




Caseiro mata mulher por cachaça - Tribuna da Bahia


O caseiro Ananias Evangelista Correia, 59 anos, foi preso em flagrante, após matar a doméstica Girlene Santana da Silva, 39, com uma facada na garganta. O crime aconteceu no final da noite de quinta-feira, na Rua B do Setor A, em Mussurunga. Ananias cometeu o homicídio depois de discutir com Girlene, com quem vivia há apenas três dias, por causa de cachaça. Segundo o titular da 12ª Delegacia, Cedric Lobosco, que apura o caso, Ananias teria entregue à vítima R$ 2,00 para comprar aguardente, mas como cada garrafa do líquido custava R$ 1,15, Girlene levou apenas uma para casa. ¿Foi aí que começou a discussão, pois a mulher exigia mais dinheiro para adquirir outra garrafa¿, relatou o delegado Lobosco.
¿Ela (Girlene) ficou me provocando, não me deixando dormir, querendo que batesse nela. Fiquei nervoso e disse: ¿Em mulher eu não bato, eu mato¿. Deitei novamente e Girlene colocou a faca em cima de mim, duvidando que eu pudesse fazer alguma coisa. Então dei a facada¿, contou o acusado. Em seguida, Ananias deixou o recinto e só retornou na manhã de ontem. Girlene ainda caminhou alguns metros, na tentativa de conseguir socorro, mas não resistiu ao profundo corte, que lhe rompeu a carótida. Os vizinhos, que encontraram o corpo e chamaram a polícia, tentaram linchar Ananias, nas foram impedidos pelos policiais. ¿Se soubesse que Girlene estava morta, eu não voltava. Não quero ir para a Detenção¿, lamentou Ananias. Ele trabalhava em um sítio em Lauro de Freitas e foi designado pelo patrão para zelar pelo imóvel em Mussurunga. Ananias encontrou Girlene perambulando pelas ruas, acompanhada pelos dois filhos, na última segunda-feira, e a chamou para realizar faxinas na casa. As crianças, de 10 e 7 anos, estão sob os cuidados do pai, no Bairro da Paz. Ananias, que já esteve preso, em 1996, por tráfico de drogas, permanece encarcerado, à disposição da Justiça.



Mulher de 68 anos é atacada por pitbull - Vale Paraibano, SJ dos Campos


A aposentada Antônia Guelfi, 68 anos, foi mordida por um pitbull ao tentar socorrer sua cadela poodle 'Tina Turner', que estava sendo atacada pelo animal. O ataque ocorreu às 10h25 de ontem na praça Sinésio Martins, no Jardim Esplanada 2, região nobre de São José. A mulher foi mordida nas mãos e no seio esquerdo. Ela foi socorrida e levada para o Pronto-Socorro da Vila Industrial, onde foi medicada e liberada. 'Tina Turner' continua internada em estado grave em uma clínica para cães.
A aposentada afirmou que estava passeando com a cadela na praça quando o pitbull 'Hulk', de 1,5 ano de idade, soltou-se da coleira e avançou na poodle. A mulher disse que mordeu a orelha do cachorro e agarrou o animal pelas mandíbulas, para tentar soltar sua cadela. O dono de 'Hulk', o industriário W.R.S., 56 anos, disse na delegacia que o pitbull se soltou da coleira quando viu 'Tina Turner'. Antônia afirmou que a cadela é mascote da família e que costuma passear diariamente na praça. A aposentada recebeu alta médica ontem à tarde. "Eu realmente estou preocupada, primeiro com minha cachorrinha, e depois, com meio seio, que machucou demais", disse. Os donos do pitbull ofereceram assistência para a vítima. Antônia vai ao médico na próxima segunda-feira para examinar os ferimentos no seio.
MANSO - A mulher do industriário, a artista plástica M.S., 40 anos, afirmou que 'Hulk' é manso e está sendo adestrado. Os donos do cão apresentaram a carteira de vacinação do animal na delegacia.

Sexta-feira, Dezembro 12, 2003



Briga entre vizinhos termina em assassinato - Diário da Tarde, BH

Uma briga rotineira entre vizinhos em um beco na rua Principal, altura do número 520, Barragem Santa Lúcia, provocou a morte de Osvaldo Cardoso da Silva (39 anos), eliminado com uma facada. O acusado do crime é seu vizinho, o pedreiro J.R.S (33 anos, casado), que não suportava mais os abusos de Osvaldo. Após o crime, o próprio J.R.S. se dirigiu à polícia mais próxima e se entregou. Levado para o plantão do Departamento de Investigações, o acusado foi ouvido e liberado, já que colaborou com a polícia e disse que matou para não morrer. Segundo ele, Osvaldo, apesar de ser seu vizinho no mesmo lote, tornava-se uma pessoa insuportável quando bebia.
SÃO FRANCISCO
A polícia aguarda a apresentação de dois rapazes identificados como Roberto e Kika, que estariam envolvidos na morte de Webert Rodrigues Venâncio, ocorrida no início da noite de terça-feira nas proximidades do viaduto do bairro São Francisco. De acordo com os detetives Geraldo Magela e Mário Lúcio, a culpa recai sobre os dois porque um grupo de policiais militares teria avistado quando um homem moreno, de blusa vermelha e correntes douradas no pescoço, com uma pistola niquelada na mão, atirava contra Webert que já estava no chão.
SANTA EFIGÊNIA
Outro assassinato registrado pela polícia ocorreu no bairro Santa Efigênia, em um prédio em construção, onde seria construído o Hospital Cardiominas, abandonado há vários anos pelo setor público. Ali foi morto um homem identificado apenas como Leitão. Ele levou seis tiros por todo o corpo.



Estudante é morto em frente ao colégio - O Povo, Ceará

O estudante Ronier Gadelha Ximenes, de 12 anos, foi morto por uma bala perdida, ontem às 13h5min, em frente ao Instituto São José, da rede municipal, onde estudava, na cidade de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. Ele jogava com outros alunos na quadra do estabelecimento de ensino, enquanto aguardava o início do turno de aulas, dez minutos depois, quando a bola acabou saindo para a rua. Ximenes foi apanhá-la, ocasião em que foi atingido pelo disparo à altura do pescoço. Socorrido por três professores do colégio, morreu, momentos após, no hospital de Maracanaú. A bala ficou alojada acima do peito esquerdo. Nas primeiras investigações, homens do Serviço Reservado da 3ª Companhia do 6º Batalhão da PM (Maracanaú) identificaram o autor do disparo. Trata-se de Francisco Michel de Souza Freitas, 19. Ele estava acompanhado de outro rapaz conhecido pelo nome de ''Mardinha''. Os dois fugiram numa bicicleta. A Delegacia Metropolitana de Polícia de Maracanaú investiga o caso baseada na informação, de que Michel teria ido até ao colégio, juntamente com o comparsa, para tomar satisfações com três estudantes com os quais, recentemente, havia se envolvido numa briga, ocasião em que foi por eles agredido.


Terça-feira, Dezembro 09, 2003



Menina é devorada por jacaré - Em Tempo Amazonas

A menina de nome Wanessa Oliveira da Silva, uma criança de apenas oito anos de idade foi devorada por um jacaré-açu diante da família que nada pôde fazer para salvar a menina que brincava às margens do rio com as pernas dentro d¿água. O fato aconteceu na tarde do último domingo na ilha do Arraia, distante quatro horas de barco do município de Manacapuru, na calha do rio Solimões. O jacaré, segundo calculam os parentes de Wanessa, media algo em torno de 4 metros de comprimento e, o momento do ataque, não sentiu nem uma dificuldade em arrastar a criança para o fundo do rio. A menina Wanessa e um irmão de 12 anos, conforme relatou sua tia, Ângela Oliveira, moravam com a mãe em Manacapuru e foram levados pelo pai conhecido apenas por ¿Preto¿ para um passeio na ilha onde trabalhava como agricultor. Na ilha moravam, ainda, os avós paternos e os tios das crianças que ficavam com elas enquanto o pai ia trabalhar na roça. Por volta das 14 horas de domingo, depois de várias insistências da menina em ir tomar banho no rio e a negativa do pai que temia por possíveis ataques de jacarés, uma tia concordou em levá-las para a margem do rio enquanto lavava a louça do almoço. Wanessa tirou sua roupa para não molhar e brincava na água vestida com a cueca do avô. Depois de alguns minutos, o menino percebeu que um grande jacaré passava por trás da tia e gritou. Nesse momento todos correram em pânico, inclusive, Wanessa, que chegou a sair rápido da água, mas tropeçou e caiu na imensa boca do jacaré que lhes fincou suas poderosas mandíbulas na altura de suas pernas. ¿O jacaré pegou ela pela perna e bateu com o rabo, retornado para a água¿, disse o irmão. Durante a gritaria o avô da criança apareceu trazendo um arpão que ainda chegou a ser lançado contra o jacaré na esperança de salvar Wanessa que se debatia para sair da boca do predador. A tia da menina jogou pratos e panelas sobre o bicho que desapareceu nas água barrentas do rio Solimões levando a criança na boca. A família e os vizinhos iniciaram imediatamente as buscas na esperança de encontrar restos da menina, mas até a manhã de ontem, nada tinha sido localizado. Por causa da distância da sede do município nem mesmo, contatos com o Corpo de Bombeiros de Manacapuru, havia sido feito. O Corpo de Bombeiros só foi acionado no início da tarde de ontem pelo secretário de Turismo da prefeitura de Manacapuru, Luis Andrade que providenciou também a ida da mãe da menina, a dona de casa Dorotéia Oliveira da Silva. ¿O Corpo de Bombeiros de Manaus foi acionado porque aqui não temos homens rãs. Eles ficaram de vir imediatamente¿, contou o secretário. A tia da menina contou que o jacaré está ferido na cabeça e no pescoço e que vez ou outra esta colocando a cabeça fora d¿água, mas ninguém consegue matá-lo. Ela disse que pelo tamanho da barriga do jacaré, acredita-se que ele tenha engolido a criança, mesmo assim há a esperança de encontrar o corpo. ¿Pode ser que ele tenha comido somente a perna dela¿, acredita a tia.



Marido corta orelha da mulher e pé do amante - Tribuna da Bahia

Antônio de Souza Falcão, 31 anos, surpreendeu a esposa Maria de Lourdes e seu amante, José Evangelista dos Santos , ontem, em flagrante adultério e para se vingar de ambos, decepou a orelha da mulher e cortou o pé do homem. As vítimas residem no distrito de Afligidos, a 8km de São Gonçalo e foram levadas para Hospital Clériston Andrade em Feira de Santana, mas devido a gravidade do caso houve necessidade, ontem a tarde, de serem transferidas para o Hospital Geral do Estado. Após praticar o crime na casa da mãe da mulher,onde encontrou os amantes, Antônio foi para casa onde morava com Maria Lourdes e com a maior frieza tomou um banho. Depois de se arrumar, se dirigiu à delegacia de polícia para prestar queixa contra a mulher de adultério. Mas o criminoso foi preso em flagrante pelo delegado Jorge Brás Coutinho que desconfiou da história contada. Lá, ele confessou o que tinha feito. Contou que há muito tempo desconfiava da traição da mulher, pois há 15 dias um amigo lhe contou que sua mulher o traía, além disso já conhecia Evangelista porque ele sempre rondava sua casa. Por isto criou uma situação para pegar os dois juntos e executar a sua vingança já premeditada há muito tempo.


Segunda-feira, Dezembro 08, 2003



Mãe perde cinco filhos em incêndio - Zero Hora, Porto Alegre


Cinco irmãos, filhos da catadora de lixo Teresinha Elizabete Soares Ferreira, 23 anos, morreram em um incêndio no final da noite de sábado, em Santana do Livramento, na fronteira do Brasil com o Uruguai. Elas estavam sozinhas na pequena casa de madeira em que moravam, à beira da estrada de ferro, quando o fogo começou. Há suspeita de que o incêndio tenha tido origem criminosa. A pedido da Polícia Civil de Santana do Livramento, técnicos do Instituto-geral de Perícias (IGP) fizeram levantamento no local no final da tarde de ontem. Morreram no incêndio os irmãos Estefani Ramos Ferreira, sete anos, João Gabriel, cinco anos, Ketlin Gabriele, quatro anos, e Deivid Michael, três anos. A menina Emile Daniele Ferreira Velazques, 11 meses, irmã dos demais por parte de mãe, foi a quinta vítima. Entre os irmãos mortos, só a mais nova tinha certidão de nascimento - os demais não possuíam registro nem fotos. A tragédia ocorreu por volta de 23h30min, no Beco Oscar Freire, no Parque São José, na periferia da cidade. Na tarde de sábado, Teresinha Ferreira e seu companheiro, Rafael Almada, 16 anos, haviam deixado as crianças com a mãe do rapaz, Neuza Almada Ferreira, 49 anos. Teresinha e Rafael foram trabalhar na reciclagem de lixo. Grávida de oito meses, Teresinha levou apenas o filho Toni Ramos, seis anos.
Ontem, o padrasto das vítimas disse suspeitar de que o incêndio tenha sido criminoso:
- Não temos luz, e o fogão à lenha estava apagado. Minha mãe, que estava com as crianças, não deixou velas acesas. Elas deveriam estar dormindo quando o fogo começou. Duas pessoas nos ameaçaram. Agora, vamos esperar pela perícia. Dilma de Almeida Guedes, 40 anos, moradora do Beco Oscar Freire, também considerou estranho o incêndio. Ela foi a primeira a chamar o Corpo de Bombeiros quando percebeu as chamas consumirem o casebre: - Parecia que o fogo tinha começado por baixo, em volta de toda a casa. Isso é muito estranho. Tentamos socorrer as crianças, mas não deu para entrar. As crianças foram localizadas pelos bombeiros em peças diferentes da moradia de dois quartos, sala e cozinha, todas caídas no chão. O médico legista João Augusto da Silva atestou a morte das cinco vítimas por carbonização. Ele precisou de autorização da Justiça para a declaração de óbito, já que quatro das cinco crianças não possuíam registros de nascimento.



Estudante morre esmagada por um caminhão-guincho - Folha de Boa Vista, Roraima


Um acidente ocorrido por volta das 16h40, na "bola do Trevo", próximo à Rodoviária Internacional de Boa Vista, no bairro 13 de Setembro, vitimou a estudante Ângela Maria Assunção, 19, que teve o tórax esmagado pela roda de um caminhão-guincho. No acidente ainda ficou ferido o marido dela, o policial militar Dauzo Pereira da Silva, 21. Segundo informações do motorista do caminhão, de placa JXD-6330, Eric Gomes, 33, ele estava na bola quando a motocicleta Titan, placa NAJ-9382, que estava sendo conduzida pelo PM, surgiu em sua frente freando bruscamente. "Não pude evitar a colisão. Ainda tentei frear, mas a moto calçou a roda dianteira do caminhão e a tragédia aconteceu", contou o motorista do guincho. A viatura 03 do Resgate Urbano a Acidentados (RUA), que vinha logo atrás para atender um outro acidente que tinha ocorrido metros do local, fez o socorro das vítimas e as levou para o Pronto Socorro Francisco Elesbão. A estudante não resistiu aos ferimentos e morreu minutos depois. O marido da jovem bateu fortemente a cabeça e foi submetido a vários exames. Segundo informações da Assessoria de Comunicação do OS, ele deverá passar por um processo de cirurgia plástica no pé direito. O motorista e seu irmão Eugênio Gomes, 30, que também estava no veículo, foram conduzidos ao Posto 500 da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e, em seguida, levados ao Plantão Central I, onde prestarem depoimento e foram liberados. Eles disseram que vão prestar toda assistência à família da vítima.



Cadáver é encontrado com quatro facadas em Pacaraima - Folha de Boa Vista, Roraima

O corpo de um homem aparentando ter entre 25 e 30 anos, com 1.60 a 1.65m, cor morena, foi encontrado morto com quatro facadas, jogado em uma ribanceira nas margens da BR-174, a 15 quilômetros do Posto da Sefaz, no município de Pacaraima, norte do Estado. Segundo, o delegado Paulo Roberto, o Paulão, policiais militares,receberam a informação de um casal de que no local poderia ter sido cometido um crime, pois vários rastos de sangue estavam visíveis. A PM e Polícia Civil foram ao local, de difícil acesso, descerem com a ajuda de cordas e conseguiram avistar o corpo que estava sujo de sangue. Em seguida, a perícia e o Instituto Médico Legal foram acionados e o corpo foi trasladado para a capital, aonde chegou no início da noite de ontem.



Namorados são encontrados mortos em loja da Vila Olímpia - O Estado de S. Paulo

Os namorados Edson Nunes Silva, de 21 anos, e Maria Glicélia Barbosa, de 18, foram encontrados mortos ontem, às 10 horas, em um sobrado na Rua Santa Justina, na Vila Olímpia, zona sul, onde o rapaz trabalhava como vendedor havia três anos. Silva tinha marca de tiro na testa e Maria havia sido atingida na bochecha. Segundo os peritos da Polícia Civil, foi achado um bilhete ao lado do corpo da jovem, tendo como destinatária a dona da loja Paula Almeida Cerâmica. No texto, Silva escreveu: ¿Essa desgraçada me fez fazer isso.¿ A arma era legalizada e pertencia ao pai do jovem. A proprietária da loja chegou pela manhã e encontrou os corpos. Amigos do rapaz foram para o local em seguida. O motorista José Reinaldo Bibiano, de 33 anos, contou que recebeu uma ligação de Silva às 9h40.O rapaz disse que queria se despedir, pois tinha viagem marcada para a Bahia. ¿Percebi que ele estava bastante tenso. Foi aí que eu escutei um barulho e ele me disse que precisava desligar.¿ Bibiano contou que o casal estava junto havia três anos. Outro amigo de Silva, que não quis se identificar, afirmou que o casal pretendia ficar noivo ainda este ano. ¿Ela é que era um pouco ciumenta.¿ No 15.º Distrito Policial, uma colega de Maria contou que Silva era o ciumento. Mas parentes da jovem disseram que ela nunca havia reclamado de agressões.A família da garota sabia apenas que Silva não gostou quando ela começou a trabalhar, três meses atrás.

Carro ¿ Os namorados Ednei Batista Ferreira, de 27 anos, e Márcia Pinto de Oliveira, de 20, foram encontrados mortos ontem no porta-malas de um Corsa, estacionado no bairro Okaido, em Itapevi. A polícia ainda não tem pistas sobre os assassinos.



Armadilha mata adolescente em Sorocaba - O Estado de S. Paulo

Cansado dos assaltos em sua chácara, na periferia de Sorocaba, o aposentado Renato Pfaiffer, de 81 anos, montou uma armadilha usada na caça de animais para surpreender os invasores e acabou matando Alessandro Vitorino Ramos, de 16 anos. Sábado, o jovem invadiu a propriedade e enroscou os pés na corda que acionava duas garruchas.
Quando abaixou, foi atingido no pé e na cabeça. Pfaiffer vai responder a processo por homicídio culposo.


Quarta-feira, Dezembro 03, 2003



Homem preso em Corumbá por manter relações com menina - Campo Grande NEWS

A Polícia Militar de Corumbá e o Conselho Tutelar flagraram na cidade o vendedor Márcio Alves da Cunha, de 26 anos, mantendo relações sexuais com uma menina de 12 anos que se prostituía. A prisão aconteceu após vistoria em uma casa onde ocorreria a exploração sexual de F.D.S. Conforme o site Corumbá On Line, a menina teria dito que se prostituía desde os 10 anos. Ela teria revelado à Polícia Civil os nomes de algumas pessoas com as quais realizava programas. O vendedor foi preso e enquadrado pelo crime de estupro presumido. A prisão ocorreu na noite de segunda-feira.



Psicóloga é torturada no Departamento de Investigações - Diário da Tarde

A psicóloga Maria Aparecida Porto (35 anos), exonerada da chefia da Divisão de Convênios (Dicon) do Ministério da Saúde em Minas Gerais, acusada de extorsão e presa na última sexta-feira por agentes do Deops, foi barbaramente torturada anteontem à noite, nas dependências do Depósito de Presos da Lagoinha (DI), onde encontra-se detida. Com as costas dilaceradas e ferimentos profundos na vagina, provocados por um cano de revólver introduzido por um detetive, ela foi encaminhada, ontem à tarde, ao IML, onde foi examinada e fotografada. Segundo a psicóloga, as torturas foram praticadas pelos policiais de plantão no DI, anteontem à noite, durante seção de interrogatório praticado no interior daquele prédio. As torturas contra a psicóloga só foram descobertas ontem à tarde, após uma visita do seu ex-marido, o ex-vereador e ex-deputado Hugo Gontijo, ao Departamento de Investigações. O ex-vereador informou aos advogados de Maria Aparecida Porto que segunda-feira ele recebeu um telefonema anônimo, dizendo que sua ex-mulher seria assassinada no DI. Preocupado com a ligação, ele pediu a advogada Adriana Nascimento que fosse ao DI, ontem de manhã, para ver a psicóloga e saber como ela estava. A advogada esteve no DI, mas os policiais de plantão impediram que ela visse Maria Aparecida, alegando que ela encontrava-se incomunicável e que somente com autorização judicial o encontro seria possível. O ex-vereador foi informado pela advogada mas, mesmo assim, resolveu ir ao DI, e após fazer vários contatos, conseguiu encontrar-se com a psicóloga, que lhe revelou sobre as torturas. Impressionado e temendo pela vida da ex-mulher, Hugo Gontijo entrou em contato com a vereadora Maria Lúcia Scarpelli, presidente da Comissão dos Diretos Humanos da Câmara Municipal, que dirigiu-se para o DI, em companhia de advogados e dos pais da psicóloga, o aposentado Alvino Rodrigues Porto (57 anos) e Noirde Dias Porto.



Dona-de-casa vai para a cadeia ao ferir a facadas duas mulheres - Folha de Boa Vista, Roraima

A dona-de-casa Meirilane Saldanha, 21, foi flagranteada na madrugada de segunda-feira, após esfaquear gravemente duas mulheres no bairro dos Estados, um delas grávidas. O crime aconteceu por volta das 17 horas de domingo, na rua Rio de Janeiro. A acusada foi presa logo depois. A arma do crime não foi encontrada pela Polícia Militar. As vitimas, as irmãs Mariza e Marilde Martins da Silva, foram levadas em estado grave para o Hospital Rubens de Sousa Bento. Mariza levou 14 pontos em cortes feitos na clavícula e no braço. Marilda ainda está internada, pois foi esfaqueada na perna. Meirilane foi enquadrada por tentativa de homicídio e encaminhada à Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Segundo testemunha, Meire e Marilde estavam brigando, quando Mariza, que está grávida de cinco meses, chegou ao local. Assim que viu a irmã ser agredida, a jovem foi tentar defendê-la e terminou sendo atacada com uma faca de mesa. Os motivos do crime não foram bem esclarecidos pela polícia, que acredita que possa ter sido um crime passional. A acusada Meirilane negou tudo em depoimento à polícia e disse que foi agredida pelas irmãs sem nenhum motivo aparente. Ela também negou que tivesse esfaqueado as vitimas e disse que não viu quem cometeu o delito.



Marido ciumento assassina agricultor - Folha de Boa Vista, Roraima

Um crime passional ocorrido na tarde de domingo chocou a população do município de São Luiz do Anauá, sul do Estado. O agricultor José Felix da Silva foi assassinado com dez facadas pelo cearense Matias Batista Maciel, 46.
Segundo versão de testemunhas, o crime teria ocorrido porque Maciel estava com ciúmes de sua esposa, A.E.Q, 35, que estaria tendo um romance com José Felix. O crime aconteceu na rua Macapá, próximo à Prefeitura, onde morava o assassino.
José Felix estaria conversando com a esposa de Maciel, o qual estava dormindo na residência. Quando o marido acusado acordou e viu o casal discutindo saiu armado com uma faca e atingiu Felix com um golpe pelas costas. Quando a vítima caiu, Maciel desferiu mais nove golpes no peito de Félix. João Felix ainda conseguiu caminhar até o hospital da cidade que ficava poucos metros depois do local do crime. Ele chegou ao hospital ainda com vida e suas últimas palavras foram para "prender o Maciel". Felix faleceu em seguida em conseqüência da gravidade dos ferimentos. A Polícia Civil e a Polícia Militar passaram a noite inteira em busca do acusado do crime, preso na manhã de ontem. Um amigo de Felix contou no IML que ele não tem família em Roraima. Seu corpo será transladado para São Paulo. A esposa do acusado do crime negou que tivesse qualquer caso amoroso com a vítima e alegou que os ciúmes de seu marido eram infundados. O acusado foi flagranteado por homicídio e encaminhado à Cadeia Pública de São Luiz.



Corpo de um menor é encontrado enterrado, amarrado e amordaçado - Jornal da Paraíba

Morto a tiros de revólver, o corpo do menor Alexandre Rodrigues Benevuto, 17 anos, foi encontrado com as mãos amarradas, a boca amordaçada e enterrado parcialmente no chão, dentro do Parque Arruda Câmara (Bica), na capital. Ele foi morto com um tiro de revólver na nuca. A polícia descobriu o corpo na madrugada de ontem e, no local, a perícia constatou as marcas da mordaça. Alexandre estaria desaparecido desde a noite da última segunda e a família dele, segundo informou a Polícia, já estava sentindo a falta do menor e temendo que algo acontecesse. Mais tarde, dando seqüência ao registro do caso, o delegado Magno Toledo, plantonista da 2ª Delegacia Distrital, foi surpreendido por policiais militares da Rádio Patrulha, ligados ao 1º Batalhão da PM, que lhe trouxeram um menor, acusado de ter participado do homicídio. De acordo com as informações da Polícia, trata-se de um rapaz de 16 e que reside na mesma rua da vítima. Ao ser ouvido, o menor negou inicialmente a acusação, no entanto, não atento à vivacidade do delegado em interrogá-lo, o suspeito caiu em contradição e confessou o delito. ....



Corpo encontrado em pedaços em Redenção - O Liberal, Belem

Cena de filme de terror em Redenção. O corpo de um homem branco, alto, todo tatuado, aparentando entre 25 a 30 anos, foi encontrado cortado ao meio, dentro de um matagal, a 200 metros da Rodovia PA-287, que liga Redenção a Conceição do Araguaia, próximo à localidade de Manjico, no município de Redenção. O corpo já estava em estado de putrefação quando foi encontrado pela Polícia, no último sábado, por volta das 12 horas. A Polícia ficou sabendo através de uma pessoa que passava pelo local e, ao sentir um mau cheiro, olhou para os lados e viu um saco dentro do mato, imediatamente, a pessoa avisou a Polícia. O delegado André Luís Albuquerque mandou verificar a denúncia e encontrou um corpo partido ao meio, com as pernas separadas do tronco. A parte do tronco estava dentro do saco e as pernas estavam a 150 metros de distância e separadas uma da outra. Segundo boatos, a vítima pode ter sido morta por ter denunciado um traficante da região. O delegado André Luís está à frente do caso mas, até a manhã de ontem, não tinha pistas concretas, pois o corpo não foi sequer reconhecido. Ainda não há suspeitos. De acordo com o delegado, aparentemente, o crime ocorreu em outro lugar e o corpo foi depois desovado na mata. É o primeiro caso com essas características em Redenção, que em média apresenta cinco homicídios por mês. Na maioria das vezes, as mortes acontecem por embriaguez, vinganças e queima de arquivo, informou o delegado do município.



maizena, cachaça com agua de coco e facão, não da muito certo não

Homem tenta matar mulher por causa de um pacote de maizena - Tribuna da Bahia

Um pacote de maizena foi o pivô da briga que levou Flávio Santos de Jesus, 29 anos, a tentar matar sua esposa Elisângela Barcellos Carlos, 25 anos. A vítima que reside na rua do Porto, bairro de Novo Horizonte, município de Camaçari, atingida com cortes de facão na cabeça, foi levada ao Hospital Geral de Camacari, onde está em estado grave. A vítima pediu que seu marido fosse ao abatedouro de carnes e comprasse um frango. O acusado foi até o local e comprou o produto. Segundo Flávio, chegando em casa sua esposa não ficou satisfeita com a compra e discutiu com ele. Em seguida, Elisângela exigiu que seu marido fosse até o mercadinho e comprasse um pacote de maizena para que ela pudesse fazer o mingau dos três filhos do casal.
Mais uma vez o obediente marido foi até o mercadinho e comprou a maizena, mas nessa última saída de casa ele, antes de voltar para sua residência, tomou duas doses de cachaça com água de coco ¿para agüentar a mulher¿, contou. Chegando em casa a briga foi ainda mais intensa. Segundo Flávio, a mulher jogou a maizena no chão, dizendo não ser a ideal . Elisângela não esperava que seu marido, que convive com ela na pequena casa no município de Camaçari há oito anos, fosse perder a cabeça e lhe atacar com o facão em mãos. Os vizinhos que ouviram o pedido de socorro da garota, ligaram para a delegacia do município de Camaçari que mandou uma viatura ao local. Os policiais levaram Elisângela ao HGC com cortes na cabeça e prenderam Flávio em flagrante por tentativa de homicídio. Flávio disse entre lágrimas na delegacia que não tinha mais clima para viver com Elisângela e que nem se ela ficasse boa e ele conseguisse sair da DP, ele voltaria para ela. ¿Não tem clima para eu voltar para casa¿, concluiu o rapaz que caracterizou a tentativa de homicídio como ¿um momento de desespero¿.

Terça-feira, Dezembro 02, 2003



Homem de 70 anos é detido por atentado violento ao pudor - Dia'rio da Serra, Tangará da Serra, MT

Por volta das 18:30 horas do dia 30, na rua dos Pequis, no Jardim dos Ipês, Leonilde Cláudia Vargas, filha de Claudino Vargas (70), relatou aos policiais que atenderam a ocorrência, que há dias ela vem notando um comportamento estranho do seu pai, e na tarde do dia 30, ela teria flagrado a criança de 5 anos, sentada na sala da casa e Claudino estaria alisando e passando a mão nas partes íntimas da menor que é vizinha da casa. Ainda segundo o depoimento de Leonilde, há alguns dias ela teria surpreendido o pai em cima de sua filha de apenas 03 anos. A Polícia encaminhou Claudino para a Delegacia onde ele ficou detido a espera do pronunciamento da autoridade policial.



Acusado de assassinar Paulo Aragão é expulso do quartel e foge da cidade - Folha de Boa Vista, Roraima

O ex-militar da 1ª Brigada de Infantaria e Selva, Marciano Ramos de Lima, 19, que foi detido pelos agentes da Delegacia Geral de Homicídios (DGH) no dia 26 deste mês, acusado de matar o servidor do Iteraima (Instituto de Terras de Roraima) Paulo Aragão de Sousa, 41, após ser liberado da delegacia foi encaminhado ao quartel onde permaneceu até sexta-feira e fugiu da cidade. Segundo informações de uma pessoa que não quis se identificar, repassadas à redação da Folha, tão logo Marciano foi expulso de quartel, fugiu de Boa Vista e a última vez que foi visto, foi às 4 horas de ontem no município de Caracaraí, quando ele teria ligado para familiares. Marciano tinha confessado o crime juntamente com seu amigo, Valcredo Xavier do Nascimento, 21, mais conhecido como Rosimiro.
O CRIME - Conforme o depoimento dos acusados, eles conheciam à vítima há pouco mais de 4 meses, estavam na residência de Paulo Aragão, no dia 5 fazendo churrasco e se divertindo. Disseram que por volta das 23 horas, os três foram para o quarto onde o crime ocorreu, mas antes a vítima começou a praticar sexo oral nos criminosos. Marciano contou que ele estava sentado no colchão e Paulo deitado de bruços sobre ele, quando ele e o amigo se comunicaram através de gestos. Valcredo foi até a cozinha pegou a faca, quando o militar imobilizou e empurrou a vítima, posicionou a faca e Rosimiro a empurrou. Em seguida, ainda quando a vítima agonizava, eles puseram a camisa dentro de sua boca para que ele não fizesse alarde para chamar a atenção dos vizinhos. Quando Paulo já estava morto, os dois que tinham ido até a casa em uma Saveiro emprestada do primo do militar, começaram carregar todos os objetos para dentro do veículo e em seguida foram embora. O militar, que não se mostrou arrependido e que conversou friamente com a imprensa, disse que diante da exigência de sua esposa em querer mobiliar a casa, se aproveitou da situação e deu a idéia ao amigo para matarem a vítima e roubarem os eletrodomésticos.
O CASO - O corpo de Paulo Aragão foi achado em sua residência, na rua Hungria no bairro Cauamé com uma faca tipo peixeira cravada em seu peito. Ele estava nu, jogado em cima de um colchão no chão com uma camisa verde posta dentro de sua boca. Além disso, foram encontrados alguns preservativos próximos ao corpo. Da residência da vítima foram roubados a quantia de R$ 900,00, uma motocicleta titan cinza, cuja placa só se tem os números finais, 1972, duas televisões, um aparelho de ar-condicionado, um videogame, uma botija de gás, um haker, um rádio gravador e várias peças de roupa.



Dona de bar é indiciada por assassinato de pintor - Jornal o Norte, João Pessoa

EM CABEDELO
A comerciante Vera Lúcia Ferreira Lira, de 49 anos, residente na rua Apostolo São Felipe, no bairro Jardim Manguinhos, em Cabedelo foi indiciada em inquérito policial pelo delegado João Elias da Silva. Ela sendo apontada como a responsável pelo assassinato do pintor Marcus Luis da Correia da Silva, 40 anos. O crime aconteceu por volta das 17 horas de domingo no bar dos Marítimos,na rua João Pessoa, 15 próximo ao Porto de Cabedelo. A polícia trabalha com a versão de crime passional. Vera Lúcia é casada com um embarcado da Marinha. Segundo a polícia, o marido de Vera passa grande parte do tempo viajando. De acordo com informações prestadas pelo delegado João Elias, a mulher é dona do bar onde aconteceu o homicídio e estava conversando com o pintor com quem teria um relacionamento amoroso há cerca de um ano. Em determinado momento, Marcus Luis pegou um revólver e apontou a arma para o peito dizendo que iria se matar. Ao ver a cena, Vera Lúcia entrou em pânico e tentou tomar o revólver que estava engatilhado e quando segurou a arma disparou, acertando o peito de Marcus Luis que teve morte imediata. Logo após o ocorrido, ela se apresentou espontaneamente à polícia, e por isso vai responder o processo em liberdade. Pessoas que moram nas proximidades contaram que o escutaram o casal falando em voz alta como se estivesse discutindo e logo em seguida houve o disparo. A polícia informou que a comerciante não queria mais saber do pintor e por isso ele teria resolvido se matar. Ainda na noite de domingo, familiares da comerciante retiraram todos os móveis do bar e desapareceram. Mesmo com a versão dada por Vera Lúcia de que o tiro foi acidental, ela foi indiciada em inquérito policial.


Segunda-feira, Dezembro 01, 2003



Menores matam taxista em Torres - Correio do Povo

O taxista Amilton da Silva Bitencourt, 35 anos, foi morto sábado com um tiro na cabeça, em Torres. Dois dos três adolescentes acusados pelo crime já estão detidos. O terceiro acusado já foi identificado e está foragido. Segundo o menor que teria atirado em Bitencourt, o disparo ocorreu em função da reação do taxista que teria tentado desarmá-lo. O carro de Amilton foi encontrado em Passo de Torres, Santa Catarina. A polícia chegou aos menores através da denúncia da tia de um deles. Em São Borja, José Édson de Souza Flores, 35 anos, também foi morto no sábado com uma facada ao tentar apartar uma briga de família. A polícia investiga o caso.



Subtração de menor resultou em crime - Douradosagora, MT

A tentativa de homicídio registrada na noite da última sexta-feira, na região central da cidade, em que foi vítima de dois disparos de arma de fogo o montador Aparecido dos Santos, o "Cidão", de 25 anos, teria sido resultado de vingança de sua companheira, L. F., de 27 anos, contra um dos autores, um adolescente de 16 anos de idade, que fora seu companheiro até fevereiro deste ano e que ela havia subtraído da família quando o garoto tinha apenas 12 anos de idade.
Segundo o boletim de ocorrência registrado pelas polícias Militar e Civil, por volta de 21h30 de sexta-feira, "Cidão" fora vítima de tentativa de homicídio praticada por dois irmãos, o adolescente de 16 anos e o outro, identificado apenas por Zila, nas imediações de uma lanchonete, na Rua Onofre Pereira de Matos esquina com Mato Grosso.
"Cidão" foi atingido com dois tiros, um no ombro e outro no braço direito, por disparos supostamente disparados pelo adolescente. Ele foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros ao Pronto Socorro local e medicado.
Entretanto, familiares do adolescente informaram à reportagem de O Progresso que a confusão entre L. F. e a família do adolescente vem desde 2001, quando ela teria se amasiado com o garoto, então com apenas 12 anos de idade. Na época, ela respondeu a processo por subtração de menor e o adolescente, por desobediência, em razão da recusa de voltar à convivência com os pais. Ainda segundo familiares do adolescente, a confusão mesmo aconteceu depois que L. desentendeu-se com o garoto, em fevereiro deste ano, quando o suposto autor já teria 15 anos. Na discussão, o garoto acabou ateando fogo, usando fluído de isqueiro, na genitália de L., causando a separação de ambos. L. F., ainda de acordo com informações de familiares do adolescente, acabou amasiando-se com "Cidão", que teria tomado as dores da companheira e passado a ameaçar a mãe do menor, que na terça-feira da semana passada registrou ocorrência contra ele no 1º DP. Na noite dos fatos, L. afirma que o adolescente e seu irmão teriam procurado por "Cidão" em seu bar, na Vila Industrial e que o teriam encontrado próximo à residência deles, no centro da cidade, onde aconteceu a tentativa de homicídio.
Entretanto, a família do adolescente afirma que foi "Cidão" quem invadiu a casa deles, na rua Joaquim Teixeira Alves, arrombando a porta, momento em que o menor teria reagido, atingindo-o com um tiro no ombro e, durante perseguição, o acertou ainda com mais um disparo no braço. O adolescente deverá apresentar-se hoje às autoridades policiais para explicar o ocorrido, enquanto que L. e "Cidão" também serão convocados para depor e esclarecer a situação.



Discussão e mortes em bar - Diário da Tarde, BH

O envolvimento com drogas e um relacionamento proibido terminaram no assassinato de três pessoas e ferimentos em uma outra, no interior de um bar localizado na rua Junquilhos, 515, bairro Nova Suíça, na noite de sábado. Morreram o comerciante Matarazzo Rodrigues de Oliveira (52 anos), o filho dele, Marcelo Henrique Rodrigues de Oliveira (28 anos), conhecido como Marcelo Faraó , e Valério dos Santos (40 anos), enquanto Hudson Rodrigues da Silva (34 anos) ficou ferido com um tiro nas costas. Os principais suspeitos dos crimes são conhecidos como Igor e Popote , integrantes da gangue da Indiana, uma rua no bairro Jardim América. Todos moravam no bairro Nova Suíça. A polícia também investiga a ação de uma advogada de nome Madalena que foi vista logo após os assassinatos retirando do local um revólver calibre 38 que pertenceria a Marcelo Faraó e deixar sua casa localizada nas proximidades. Por volta de 18h de sábado, um freguês estava no bar quando surgiram dois homens em uma moto que passaram a discutir com Marcelo por causa do envolvimento dele com uma mulher. Logo após a discussão os dois homens deixaram o local, mas retornaram em um Opala branco em companhia de outros dois homens. Temendo pela vida do filho, o comerciante pediu-lhe para deixar o estabelecimento, mas ele recusou, alegando que estava armado. Em seguida, dois homens de cor clara voltaram a pé e efetuaram vários disparos contra Marcelo e também contra Valério. Os dois, na tentativa de se defenderem, correram em direção ao banheiro, onde caíram mortos. O comerciante, assustado com a violência, pediu aos acusados que poupassem a vida do filho e também acabou sendo atingido. O freguês Hudson, que momentos antes havia acabado de entrar no bar, foi atingido nas costas. Os suspeitos contaram com a ajuda de outros dois comparsas, também estavam armados de pistola. Para as testemunhas, Valério foi assasinado apenas porque se encontrava junto a Matarazzo e Marcelo, sendo que este último estava saindo com a namorada de um dos atiradores. ...



Dona de casa corta os pulsos do marido - Correio da Bahia

A dona de casa Iranildes Nunes da Silva, 34 anos, foi presa em flagrante, ontem de manhã, por policiais da 2ª Delegacia de Feira de Santana, sob acusação de assassinar seu marido, Everaldo de Oliveira, 41 anos, no interior da casa do casal, no Conjunto Homero Figueiredo, nº 35, naquela cidade. Segundo a polícia, a vítima teve os pulsos cortados com faca quando dormia e morreu sobre a cama do casal. Iranildes foi detida horas depois em casa de parentes. Na delegacia, a mulher contou que vivia revoltada porque o marido não trabalhava e, além disso, a espancava quando chegava em casa bêbado. Sábado à noite, esperou por ele, que somente apareceu na madrugada de domingo, totalmente alcoolizado. Aguardou, então, que jantasse e depois fosse dormir. Por volta das 2h o matou e abandonou o local a pé, deixando na casa a faca usada no crime. Policiais da 2ªDP (Complexo policial de Feira de Santana) não souberam informar mais detalhes sobre o homicídio.




Garoto de 9 anos espancado por colegas morre no HGE - Correio da Bahia

Quase um mês depois de ser agredido por um grupo de colegas da Associação Criança e Família, no subúrbio de Alto da Terezinha, e permanecer internado, em estado grave, no Hospital Geral do Estado (HGE), o garotinho Vítor Souza Brito, 9 anos, faleceu anteontem. A família da vítima acusa a direção da associação, onde Vítor fazia reforço escolar, de negligência por não tê-lo socorrido. Mas os responsáveis pelo estabelecimento alegam que a agressão não ocorreu no seu interior. Durante o sepultamento de Vítor, realizado às 15h de ontem, no cemitério de Plataforma, parentes e vizinhos se monstraram inconformados com a forma brutal como ele foi assassinado. A diretora da associação, Bernadete Marchand, esteve no cemitério para prestar esclarecimentos sobre o espancamento seguido de morte, mas teve que sair às pressas para não ser espancada. "Ela nem estava na escola no dia do acontecimento, como pode querer contar sua versão?", declarou Leônidas Menezes, tio de Vítor.
Já Letícia Souza, tia do garoto, afirmou que ele teria denunciado quatro colegas "bagunceiros" a um porteiro do local e foi ameaçado por eles. No dia seguinte, o espancaram a socos, pontapés e o jogaram de uma escada. Encaminhado para casa por funcionários, Vítor chegou com hematomas e contando que uma professora lhe pedira para não contar nada porque sua mãe brigaria. Horas depois, seu estado se agravou. Foi medicado na Clínica Clibot, em Itacaranha, no Hospital João Batista Caribé (Coutos), sendo transferido com suspeita de lesões em órgãos internos para o HGE, onde faleceu.


Home
 

Google


Search WWW Search www.brasilcruel.blogger.com.br